Direitos Autorais -
Lei número 9.610 - de 19.02.1998.

Ao repassar, respeite os direitos autorais.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

De acordo com o interior do coração.


Dias confusos em mim.
Inúmeros versos.
Anotações que não terminam.
Fins e recomeços.
Tolices,
cheia de detalhes.
Sem danos,
dando conta de olhares ao alto,
dando conta de olhares ao chão.
Rompendo,
silenciosamente,
o que vai além da imensidão.
Incompreensíveis
cicatrizes na alma,
insistindo
nesse cansaço desanimado.
Procuro os braços da ternura.
Imprevistos,
não programados,
que burilem o sentimento,
por bem ou por mal,
ascendendo o sol da alma
E que de tempos em tempos,
sacudam a atenção das emoções.
Que demonstrem
a adolescência
do amor verdadeiro.
Que estejam preparados
para os
eficazes tormentos
que bloqueiam a razão.

Cecília Fidelli.

Um comentário:

  1. suas poesia são lindas...cheio de emoção...adoro ler o que vc escreve...

    ResponderExcluir